AvantGarde > Acontece > Tudo sobre esportivos! > Ferrari F430, um belo exemplar do cavallino rampante

Ferrari F430, um belo exemplar do cavallino rampante

25 de setembro de 2017 / 721 / Tudo sobre esportivos!
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Google Plus It

A Ferrari F430 foi lançada em 2004 com a missão de substituir o modelo F360 Modena, de quem herdou grandes influências no chassi e carroceria. Mas influências de verdade vieram da Ferrari Enzo. A Ferrari F430 foi a segunda, depois da Enzo, a vir equipada com a nova configuração de motores. Também em seu exterior são nítidas as inspirações da Enzo, alguns chegaram a chama-la de Mini Enzo. Descubra abaixo que a Ferrari F430 é muito mais do que somente isso!

 


As entradas de ar no parachoque lembram os carros clássicos

 Veja também:

FERRARI F12, TEMOS!

CURIOSIDADE: POR QUE MEDIMOS A POTÊNCIA EM HP OU CV?

Segurança para assumir o lugar

A Ferrari F430 foi desenvolvida para ser o modelo de entrada da marca do cavallino rampante. Carga pesada deixada por sucessos como a F355 e a F360, de quem herdou o nome de projeto também (F131). O design moderno  sofria influências clássicas das entradas de ar do carro vencedor de Phill Hill em 1961. Além dos faróis e parte traseira que lembram a Ferrari Enzo. Segundo a Ferrari, a aerodinâmica recebeu prioridade sobre o visual. A escultura de sua carroceria foi obra de incansáveis horas em túnel de vento para alcançar a aerodinâmica perfeita para seu conjunto.

 


As lanternas traseiras remetem à Ferrari Enzo

Muito mais que um corpinho bonito

Nem só de vermelho vivo e carroceria fluida se faz uma Ferrari. A Ferrari F430 foi a segunda Ferrari a receber a nova geração de motores lançada pela Enzo. Seu V8 de 4.3 L e 490 cv, instalado entre eixos na parte traseira, levava seus 1450 Kg a fazer de 0 a 100Km/h em 4s e leva-la a 310 Km/h. Com todo esse rendimento, o motor é capaz de atender aos limites de emissões das normas europeia (Euro 4) e americana (LEV2).

 

A aerodinâmica foi priorizada na F430

Evolução a toda prova

Em relação ao antecessor F360, o novo V8 cresceu 20% no deslocamento, encolheu nas dimensões externas e ganhou apenas quatro quilogramas de massa. Contribuíram para isso novos materiais e componentes de tamanho reduzido (como o cárter seco e a embreagem de diâmetro menor). O sistema de admissão foi aperfeiçoado com o uso de dutos e válvulas de dimensões iguais às dos motores da Fórmula 1. Comandos de válvulas são continuamente variáveis para admissão e escape e acionados por um sistema hidráulico de alta pressão. A curva de potência é quase uma reta (com uma inclinação de 60 graus em relação ao eixo x). E a de torque corre paralela à de potência até atingir seu ponto máximo. A 3500 rpm tem-se 23% da potência e 80% do torque.

Uma fera ao acelerar e muita tecnologia para parar

A Ferrari F430 teve os freios do projetados com a colaboração da Brembo. Desenvolveram  uma nova liga do ferro fundido com molibdênio para os discos com melhor desempenho na dissipação de calor. Também há a opção discos carbono-cerâmicos.

 

Os freios desenvolvidos em conjunto com a Brembo.

 

 Fórmula 1 até a alma

É desnecessário dizer que a categoria é um laboratório para as marcas. A Ferrari tem a tradição de implementar as novas tecnologias bem antes das outras montadoras. O volante da Ferrari F430 se assemelha muito ao volante das F1. Nas pistas, os pilotos contam com diversos seletores que ajustam parâmetros como tempo de troca de marchas, controle do diferencial e abertura da borboleta. No modelo de rua, os motoristas têm a opção de cinco programas que regem o comportamento do carro. Interferem na suspensão, na transmissão e nos demais controles eletrônicos. Fora das pistas, não faz sentido regular individualmente cada função do carro, como a distribuição de torque entre as rodas, por exemplo, a cada curva. O seletor de modos de condução foi batizado pela Ferrari como “Manettino”.

 

O volante inspirado na fórmula1, possui um seletor de modos de direção.

Vários modos de direção para se sentir piloto

A Ferrari F430 possui programas desenvolvidos para proporcionar diferentes graus de esportividade. A Ferrari recomenda que a seleção do Manettino respeite as condições de aderência das vias.

 -Modo Ice (gelo, representado por um floco de neve), a intervenção dos sistemas eletrônicos é total. O câmbio entra no modo automático, com trocas suaves e sem esticar as marchas, e o controle de estabilidade e tração (CST) trabalha da forma mais segura possível. Essa opção deve ser usada quando se roda sobre neve ou gelo.

-Modo Bassa Aderenza (baixa aderência, representado por uma sinalização de pista escorregadia), o câmbio pode ser usado no modo manual, mas o CST ainda se mantém precavido. É o ideal para uso em pista molhada.

-Modo intermediário, é o padrão do carro. Batizado pela Ferrari de “Sport”, com ele ocorre o melhor compromisso entre estabilidade e desempenho. Em relação aos anteriores, a suspensão adquire um comportamento mais esportivo e o CST se torna mais tolerante, recomendado apenas para pista seca.

-Modo Race (corrida). Essa, segundo o fabricante, deve ser usada somente em circuitos fechados, onde o desempenho do carro pode ser desfrutado sem maiores riscos. O câmbio reduz o tempo das trocas de marchas, o CST só interfere em situação de risco

– Modo CST, para os puristas, com o controle eletrônico de estabilidade, tração e de diferencial inoperantes, apenas o ABS permanece ativo. Nessa modalidade, entra em operação um programa fixo padrão para condições de máximo desempenho. O câmbio e a suspensão permanecem configurados com o comportamento do modo anterior.

Diferencial Eletrônico E-Diff

A Ferrari F430 prova que a tecnologia evolui para ajudar a pisar mais fundo. O E-Diff humilha com a eletrônica,  monitorando a posição do pedal do acelerador, o ângulo de esterçamento do volante, a rotação da carroceria em relação a seu eixo vertical e a diferença de rotação entre as rodas. O Manettino comanda, além da suspensão, do câmbio, o comportamento do carro. A Ferrari F430 dispõe de um controle de largada, semelhante ao dos carros da F-1. Com esse dispositivo acionado, o motorista pode elevar o giro do motor a até 7000 rpm antes de soltar o pé do freio e liberar o carro para arrancar. E o E-Diff, distribui continuamente o torque do motor para as rodas sem perdas. Com toda essa tecnologia a Ferrari F430 baixou em 3 segundo o tempo de volta na pista de Fiorano em relação à F360.

Ferrari F430 Spider

O estúdio Pninfarina caprichou em uma versão conversível que conquistou altos rankings aerodinâmicos. Simulada em túnel de vento e programas computacionais , os mesmo susados para a Fórmula 1 a Ferrari F430 Spider garante emoção e liberdade para seus ocupantes. Traz recursos como o diferencial eletrônico e o manettino, o seletor no volante que permite ajustar facilmente diversos sistemas do veículo. Não poderia faltar a cobertura de vidro que deixa o motor central aparente. A mecânica do conversível é a mesma do cupê e o desempenho muda pouco. O motor V8 de 4,3 litros e aspiração natural, potência de 490 cv a 8.500 rpm e torque de 47,4 m.kgf a 5.250 rpm. A Ferrari anuncia máxima de 310 km/h e 0–100 km/h em 4,1 segundos. A AvantGarde possui um exemplar desse modelo, pronto para conhecer pessoalmente?

Ferrari F430 Scuderia

Com 115 Kg a menos que a Ferrari F430, a Ferrari F430 Scuderia possui o motor de 513,1 cv a 8559 RPM. Uma relação peso-potência de 2,35 Kg/cv em comparação aos 2,93 Kg,/cv. Com a transmissão manual sequencial e novo software ganha o modo Superfast III. Um novo sistema combina controle da tração e estabilidade da F1-Track com o diferencial eletrônico.

 

A Versão Scuderia vem mais potente e com design mexido

 

Ferrari F430 Challenge

Claro que não poderia faltar uma versão de corrida, a Ferrari F430 Challenge compete na categoria Ferrare Challenge Trofeo Pirelli. O peso reduzido para 1225 Kg e o V8 empurra até 336Km/h e o a 1000km/h em 3,8s. Também conhecida como Ferrari F430 Pista.

Ferrari F430 GT2 no American Le Mans Series

Construído para substituir os 360 GTC em 2006, o GT2 é um carro de competição projetado para correr na classe GT2 internacional, como na American Le Mans Series, Le Mans Series, e FIA GT Championship. Os F430 GT2s competem também nas 24 horas de Le Mans. É a mais rápida versão do F430.

Ferrari F430 GT3

Baseado originalmente no F430 Pista, o F430 GT3 é um carro de corrida especialmente projetado para o FIA GT3 European Championship, mas usado também em outros campeonatos nacionais de GT. É mecanicamente similar ao F430 Pista, contudo tem aerodinâmica melhor e maiores entradas e saídas de ar.

Ferrari Scuderia Spider 16M

Versão conversível do 430 Scuderia. O nome é uma homenagem ao 16º título de construtores da Ferrari na Fórmula 1. Tem as mesmas características mecânicas do 430 Scuderia cupê e peso reduzido em 80 kg em relação ao Spider básico, indo para 1.440 kg. Com isso, o carro vai de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e atinge 315 km/h de velocidade máxima. O Scudera Spider 16M vem com um novo sistema de áudio associado a um iPod Touch Ferrari de 16 GB. O modelo foi limitado a 499 exemplares cada um com configuração única. Todos vêm com uma placa de prata no painel que informa a exclusividade do modelo e uma outra atrás que comemora o título de 2008

Vamos aos números originais da Ferrari  F430:

Dimensões

 

Modelo F430 F1 4.3 V8 F430 Spider F1 4.3 V8 F430 Scuderia F1 4.3 V8
Comprimento 4512 mm 4512 mm 4512 mm
Largura 1923 mm 1923 mm 1923 mm
Altura 1214 mm 1234 mm 1199 mm
Entre-eixos 2600 mm 2600 mm 2600 mm
Bitola dianteira 1669 mm 1669 mm 1669 mm
Bitola traseira 1616 mm 1616 mm 1616 mm
Tanque de combustível 95 litros 95 litros 95 litros
Porta-malas 250 litros 250 litros 250 litros
Diâmetro de giro 11 m 11 m 11 m
Coef. aerodinâmico (Cx) 0,35 0,37 0,35
Área frontal (A)
Área frontal corrigida 0,693 m² 0,747 m² 0,686 m²
Peso 1450 kg 1520 kg 1350 kg

Motor

Modelo F430 F1 4.3 V8 F430 Spider F1 4.3 V8 F430 Scuderia F1 4.3 V8
Instalação do motor Central Central Central
Disposição do motor Longitudinal Longitudinal Longitudinal
Cilindros 8 em V 8 em V 8 em V
Diâmetro dos cilindros 92 mm 92 mm 92 mm
Curso dos pistões 81 mm 81 mm 81 mm
Combustível Gasolina Gasolina Gasolina
Cilindrada 4308 cm³ 4308 cm³ 4308 cm³
Taxa de compressão 11,3:1 11,3:1 11,9:1
Válvulas por cilindro 4 4 4
Comando de válvulas Duplo no cabeçote Duplo no cabeçote Duplo no cabeçote
Variação do comando Admissão e escape Admissão e escape Admissão e escape
Aspiração Natural Natural Natural
Alimentação Injeção multiponto Injeção multiponto Injeção multiponto
Câmbio Automatizado Automatizado Automatizado
Marchas 6 6 6
Tração Traseira Traseira Traseira
Embreagem Monodisco a seco Monodisco a seco Monodisco a seco

Chassi

Suspensão dianteira Independente, braços sobrepostos Independente, braços sobrepostos Independente, braços sobrepostos
Suspensão traseira Independente, braços sobrepostos Independente, braços sobrepostos Independente, braços sobrepostos
Freios dianteiros Disco ventilado Disco ventilado Disco ventilado
Freios traseiros Disco ventilado Disco ventilado Disco ventilado
Direção Hidráulica Hidráulica Hidráulica
Pneus dianteiros 225/35 R19 225/35 R19 225/35 R19
Pneus traseiros 285/35 R19 285/35 R19 285/35 R19
Configuração Cupê Conversível Cupê
Porte Grande Grande Grande

Desempenho

Modelo F430 F1 4.3 V8 F430 Spider F1 4.3 V8 F430 Scuderia F1 4.3 V8
Velocidade máxima 315 km/h 310 km/h 320 km/h
Aceleração 0-100 km/h 4 s 4,1 s 3,6 s
Potência 490 cv a 8500 rpm 490 cv a 8500 rpm 510 cv a 8500 rpm
Torque 47,4 kgfm a 5250 rpm 47,4 kgfm a 5250 rpm 47,9 kgfm a 5250 rpm
Peso/potência 3,0 kg/cv 3,1 kg/cv 2,6 kg/cv
Potência específica 113,7 cv/l 113,7 cv/l 118,4 cv/l
Peso/torque 30,6 kg/kgfm 32,1 kg/kgfm 28,2 kg/kgfm
Torque específico 11,0 kgfm/l 11,0 kgfm/l 11,1 kgfm/l
Consumo urbano 3,1 km/l 3,1 km/l 3,1 km/l
Consumo rodoviário 5,9 km/l 5,8 km/l 5,7 km/l
Modelo F430 F1 4.3 V8 F430 Spider F1 4.3 V8 F430 Scuderia F1 4.3 V8
Comprimento 4512 mm 4512 mm 4512 mm

Gostou da “Macchina Rossa”? A AvantGarde tem uma Ferrari F430 Spider pronta para receber sua visita.

 

Você pode gostar também

Os 10 carros mais caros do mundo
31 de agosto de 2018

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisando de uma ajuda para escolher um veiculo?

Entre em contato