AvantGarde > Acontece > Tudo sobre esportivos! > Mini John Cooper Works leve como uma pluma, rápido como uma bala

Mini John Cooper Works leve como uma pluma, rápido como uma bala

2 de outubro de 2017 / 380 / Tudo sobre esportivos!
Mini John Cooper Works
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Google Plus It

Lançado em 1959, aquele carro compacto, mas com um espaço interno impressionante virou ícone rapidamente. Bateu de frente com o Volkswagen Beetle. Os 620 kg, além do baixo preço tornaram o Mini um sucesso imediato. O motor de 34 cv parecia fraco mas deixava o carrinho compacto bem ágil. Tanto que chamou a atenção de John Cooper, fundador da equipe Cooper de Fórmula 1(bicampeão dessa categoria na época) e amigo pessoal de Alec Issigonis a aumentar o motor e a potência. Nesse momento nascia o embrião do Mini John Cooper Works.

Veja também:

CAMBIO PDK, DESVENDANDO OS SEGREDOS DA PORSCHE

BMW X6, OS BÁVAROS DESCOBRIRAM A ALQUIMIA PERFEITA

De um guardanapo nasceu um carro

O projetista Sir Alec Issigonis foi convocado para criar um carro que solucionasse vários problemas. Era o fim da década de 1950, a Inglaterra ainda ser recuperava do pós guerra e enfrentava uma crise de petróleo. O canal de Suez foi fechado e era necessário um carro econômico. De posse de um guardanapo e caneta, Issigonis fez os primeiros esboços da carroceria, do arranjo mecânico e do interior. Assim, durante um jantar de negócios, nascia o Mini Cooper.

 

Os rascunhos num guardanapo geraram um dos carros mais famosos da história.

 

O Mini Mito

Um carro que desafiou grandes esportivos, um motor de 1200 cc, 76cv e 670kg. Equipado com rodas maiores, de 12 polegadas, ele foi inscrito no Rali Monte Carlo de 1964 . Com Paddy Hopkirk e Timo Mäkinen. Hopkirk voltou com o troféu, e Mäkinen ficou com o quarto lugar. O finlandês contudo, ganharia o rali em 1965, na segunda vitória do Mini Cooper S. A terceira vitória no principado de Mônaco veio em 1967, com Rauno Aaltonen. Como era de se esperar, as vitórias em Monte Carlo transformaram também ajudaram a formar toda a aura de mito em volta do Mini.

 

Mini John Cooper Works

O Mini preparado por John Cooper virou um mito das pistas na década de 1960 e seu nome ainda ecoa.

 

Longevidade e renascimento

O Mini Cooper, como ficou conhecido, foi produzido sem grandes mudanças entre 1959 e 2000.  Passando por  várias empresas como BMC, Austin e Rover, a BMW comprou a marca em 1994 e em 2001 nasceu a nova geração. Com todos os aparatos tecnológicos, o novo Mini Cooper foi sucesso imediato. O carro apresentava qualidade, beleza e tradição, ingredientes perfeitos. Os novos Mini Cooper produzidos na batuta da BMW se tornaram objeto de desejo nos tempos modernos, mas isso não para por aí. Como o Mini John Cooper Wokrs se tornou sucesso nas pistas, nada mais justo que seu sucessor fazer alusão a quem teve a inspiração.

 

Mini Cooper

O Design moderno e vintage ao mesmo tempo, com sua pitada de esportividade se tornou sonho de consumo atualmente.

 

O Mini mais potente da história

O primeiro Mini Cooper foi capaz de deixar carros com muitas vezes a sua potência para trás em ralis como o de Monte Carlo. Como seu antepassado, o atual Mini John Cooper Works é igualmente capaz de fazer bullying com esportivos maiores. Desde que a Mini ressurgiu pelas mãos da BMW em 2000, os novos modelos são preparados pelo filho de Cooper, John Cooper, que abriu a JCW. Agora na terceira geração, o novo Mini foi bem envenenado. O 2.0 turbo do Mini Cooper S passou de 192 cv a 231 cv de potência. O torque de 35,6 kgfm desperta logo aos 1.250 rpm. O Mini mais potente da história!

Desempenho impressionante

Um Mini foguete que corta as estradas fazendo de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos, e chega aos 248 km/h. Para comandar essa potência o Mini John Cooper Works vem acompanhado apenas do câmbio automático de seis marchas. Esse cambio pode ter borboletas e funcionar de modo ligeiro no manual ou  inteligente no automático.  Um carro inovador, graças a um sistema que compensa as reações das rodas no volante. São três modos de condução otimizado – Green, Mid e Sport – que podem variar o comportamento do carro entre calmo, com reações de suspensão e aceleração mais suaves, e extremamente irritado, entregando respostas mais diretas e um ronco de motor mais acentuado.

 

O brasão da John Cooper Works figura na grade frontal, comprovando o puro sangue das pistas

 

Pacote completo de equipamentos

O Mini John Cooper Works tem pacote completo com o sistema de frenagem automática, que pode parar o carro completamente a até 60 km/h. O sistema de som Harman-Kardon e o sistema MINI Connected, com ampla gama de funções e acesso a aplicativos que  permitem  a  integração  no  carro  via smartphone. Por meio de conexão online é possível utilizar redes sociais e recursos de entretenimento. Um detalhe a parte é o head-up display que carrega modernidade e segurança, além da sensação de pilotar um avião. Essa opção está disponível na AvantGarde!

 

Hud

Dotado de total conectividade, o Mini John Cooper Works está sempre on Line, possuindo até um HUD para melhorar a condução.

Ficha técnica

Motor

Instalação do motor Dianteiro
Disposição do motor Transversal
Cilindros 4 em linha
Diâmetro dos cilindros 82 mm
Curso dos pistões 94,6 mm
Combustível Gasolina
Cilindrada 1998 cm³
Taxa de compressão 10,2:1
Válvulas por cilindro 4
Comando de válvulas Duplo no cabeçote, corrente
Variação do comando Admissão e escape
Aspiração Turbocompressor
Alimentação Injeção direta
Câmbio Automático
Marchas 6
Tração Dianteira

Dimensões

Largura 1727 mm
Altura 1414 mm
Entre-eixos 2495 mm
Bitola dianteira 1485 mm
Bitola traseira 1485 mm
Tanque de combustível 44 litros
Porta-malas 211 litros
Diâmetro de giro 10,8 m
Coef. aerodinâmico (Cx) 0,34
Área frontal (A) 2,08 m²
Área frontal corrigida 0,707 m²
Carga útil 480 kg
Peso 1220 kg

Chassi

Suspensão dianteira Independente, McPherson
Suspensão traseira Independente, multibraço
Freios dianteiros Disco ventilado
Freios traseiros Disco sólido
Direção Eletro-hidráulica
Pneus dianteiros 205/40 R18
Pneus traseiros 205/40 R18
Procedência Importado
Configuração Hatch
Porte Compacto
Ocupantes 4
Portas 2

Desempenho

Velocidade máxima 246 km/h
Aceleração 0-100 km/h 6,1 s
Potência 231 cv a 5200 rpm
Torque 32,6 kgfm a 1250 rpm
Peso/potência 5,3 kg/cv
Potência específica 115,6 cv/l
Peso/torque 37,4 kg/kgfm
Torque específico 16,3 kgfm/l
Consumo urbano 10,6 km/l
Consumo rodoviário 13,2 km/l
Comprimento 3874 mm

 

Confira agora o nosso tradicional vídeo:

 

Você pode gostar também

AMG CLA 45 o número 1 nos rankings
8 de fevereiro de 2018
Range Rover Evoque HSE Conversível
1 de fevereiro de 2018

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisando de uma ajuda para escolher um veiculo?

Entre em contato